Só sei que nada sei! E não sei mesmo

11:25 Escola Flor da Vida 1 Comments




Só sei que nada sei! E não sei mesmo.

Quando achamos que sabemos limitamos as experiencias, fechamos as oportunidade, afastamos as pessoas devido ao orgulho e a vaidade.

Chega uma determinada parte da vida na qual você percebe que nada sabe quando se senti impotente perante situações que fogem do controle. E porque controlar? Para ficar com dor nas costas, nos ombros, no pescoço, prisão de ventre, tensões nervosas, pensamento confuso e emocional doente? Dê um basta, solta, deixa fluir, vai dar certo! Mas mantenha-se no leme de sua vida não deixe  te disserem o que deve ser feito, use seu PODER PESSOAL! Siga o coração! Coração não é apenas emoção e seus descontroles, limpe sua mente e acesse sua intuição. Coração igual intuição.

Chega uma outra determinada parte que é a mais gostosa da vida. Quando você percebe que não sabe nada, você não precisa ser "o bom ou a boa", não precisa provar nada para ninguém. Você se torna livre e a liberdade tem um sabor, oh como é bom ser livre das opiniões alheias, de buscar a aprovação dos outros. O coração abre, a alegria toma contar inteira do seu Ser, a vida se torna doce como uma criança com lindo sorriso. Seu rosto muda, as olheiras somem, as dores desaparecem, é um reencontro consigo mesmo. Como é bom o autoconhecimento!

Para finalizar, quanto mais você aprende coisas neste universo incrível, mais você percebe que sabe nada. Quanto menos você souber e achar que sabe você vai viver em um espaço limitado cheio de apego. Você se enjaula,  cria a própria prisão e dor.

Ainda bem que nada sei e você sabe ou não sabe?

Edgar Holus
www.portalholus.com 

Um comentário:

  1. Soltar essas amarras é o melhor presente que nos damos. Adorei o artigo, temos que nos lembrar desta lição todos os dias. Grata.

    ResponderExcluir