Hara Tanden - Centro do corpo

17:55 Escola Flor da Vida 0 Comments

Hara Tanden - Centro do corpo

Hara [Tanden [丹田] é o centro natural de gravidade do corpo localizado no abdômen abaixo do umbigo, é um dos centros de energia do corpo. 

O Tanden deriva do termo Dantian (pinyinDāntián ) de origem chinesa e relacionado às práticas de meditação e de artes marciais. Pode ser traduzido literalmente como “campo de cinábrio”: esta expressão é relacionada à alquimia oriental, o cinábrio se relaciona aos processos de transmutação dos elementos e é uma área dentro do corpo que tem um papel fundamental nas transformações espirituais. A palavra Japonesa Hara [], que literalmente significa “ventre, abdómen, estômago” é por vezes usada como um sinônimo.

O Hara Tanden é um ponto focal fundamental na prática da meditação, refere-se especificamente ao centro físico de gravidade do corpo, situado no abdomen a cerca de 5 cm abaixo e 5 cm para dentro em relação ao umbigo.

O Tanden é também considerado muito importante na medicina tradicional oriental. O fortalecimento da saúde é feita através da revitalização desta região fundamenta e com os treinamentos da respiração.

O Tanden possuí três áreas distintas:

v  Tanden inferior (na altura do abdomen) é associado à energia física, e por vezes à sexualidade;
v  Tanden médio (na região do Plexo Solar), relacionado à respiração e à saúde dos órgãos internos;
v  Tanden superior (na altura do Terceiro olho), ligado à consciência e à mente.


Segundo a tradição japonesa, o Hara Tanden, este centro físico de gravidade do corpo humano, é considerado a morada da energia vital (ki). No Japão, se diz que um mestre de artes marciais “age a partir do Hara Tanden.”

O Hara Tanden também é considerado um dos chakras. Chacras ou chakras são elementos dafilosofia Ioga (em sânscrito e páliयोग, IAST: yóga), uma tradicional disciplina física e mental originária da Índia e que está associada com as práticas meditativas orientais do budismo quanto do hinduísmo.

 Os chakras, que literalmente significa “roda”, “centro” ou “disco”, são vistos como vórtices (redemoinhos) de energia vital. Os chakras são canais dentro do corpo humano (nadis) por onde circula a energia vital (prana) que nutre órgãos e sistemas. Os chakras são os pontos onde essas rotas energéticas estão mais próximos da superfície do corpo. São sete os principais chakras, dispostos desde a base da coluna vertebral até o alto da cabeça e cada um corresponde à uma das sete principais glândulas do corpo humano. Cada um destes chakras está em estreita correspondência com certas funções físicas, mentais, vitais ou espirituais. Num corpo saudável, todos esses vórtices giram a uma grande velocidade, permitindo que a “prana”, flua para cima por intermédio do sistema endócrino. Mas se um desses centros começa a diminuir a velocidade de rotação, o fluxo de energia fica inibido ou bloqueado - e disso resulta o envelhecimento ou a doença.

O Hara Tanden é um ponto importante para o Reiki, uma terapia desenvolvida no Japão no século XX e baseada na canalização da energia universal (rei) através da imposição de mãos com o objetivo de restabelecer o equilíbrio energético vital (ki) de quem a recebe e, assim, restaurar o estado de equilíbrio natural (seja ele emocional, físico ou espiritual); podendo eliminar doenças e promover saúde. O Reiki possui cinco princípios vitais, o Gokai, que deveriam ser tratados como mantras para que se possa alcançar paz e iluminação: Kiyo dake wa = Só por hoje, Ikaruna = Liberta a raiva, Shin pai suna = Liberta a preocupação, Kan shia shite = Sê grato, Giyo-o wageme = Cumpre os teus deveres, Hito ni shinsetsu ni = Sê bondoso com os outros.

Kiai também é fruto do Hara Tanden. Kiai [気合] é uma expressão ou grito de guerrajaponês usado em artes marciais que revela o espírito de luta. O barulho de um kiai surge a partir da energia concentrada no Hara Tanden: envolve o diafragma e músculos abdominais e só deve ser expressado a partir da garganta. Kiai é um composto da expressão ki [], que pode ser associado de um modo bem amplo ao conceito ocidental de energia, e ai [,合い], do verbo  Awasu [合わす], que significa “unir” e, portanto, literalmente seria “concentrado” ou “energia concentrada”. O kiai pode ser usado para: preparar-se para o combate; proteger a parte superior do corpo de um golpe, fornecendo uma via de escape para o ar exalado; desmoralizar os adversários inexperientes ou tímidos.

No centro do Hara Tanden está um ponto vital de equilíbrio onde o corpo, mente e o espírito do budoka se encontram tornando-se unos. Manter o equilíbrio e o domínio do centro de gravidade é fundamental para o budoka não perder a Kamae (構え, “base”).

Na posição de Shizen-Tai [自然体] o centro de gravidade encontra-se no Hara Tanden(Tanden Inferior), na posição inferior Gedan [下段]. Com a movimentação do corpo o centro de gravidade muda de posição em relação ao nosso corpo.

Ao baixar a postura corporal para a posição Jigo-Tai [  ] o centro de gravidade passa para a posição média Chudan [中段], para a região do tórax, peito. 

Ao se agachar, passa para a posição superior Jodan [上段], a região da cabeça.


Dizemos que um corpo está em equilíbrio quando as resultantes das forças e torques que atuam sobre ele são nulas. Então, a condição necessária para tirar um corpo do equilíbrio é desequilibrar as forças ou os torques. Nas artes marciais, isso é feito deslocando o centro de gravidade do corpo do seu oponente para fora da base (Kamae - 構え).

Centro de gravidade é um ponto que concentra a massa corporal, é o ponto de aplicação do peso do corpo. Nas artes marciais, esse ponto é chamado tanden.

tanden é o ponto onde a força da gravidade atua. A pessoa estará estável enquanto o seu centro estiver acima da área de apoio esboçada pelos seus pés.


Enquanto a pessoa estiver na posição vertical e ereta (shizen-tai), o centro de massa estará aproximadamente entre sua coluna vertebral e seu umbigo. Então ele estará estável até que se consiga forçar o seu centro de massa, induzindo-o a movê-lo, tirando a base de apoio.

Tendo o conhecimento disto, podemos trabalhar o deslocamento do corpo e do centro de gravidade de forma mais consciente. Para manter o equilíbrio é necessário procurar uma postura ou apoio de base adequada do corpo. Em uma luta, o Tori mantém o equilíbrio e estrutura para desequilibrar e arremessar o uke.

Fonte: http://jiujitsubronline.blogspot.com.br/2011/02/hara-tanden-centro-do-corpo.html

0 comentários: