Experimento - O efeito das Pirâmides de Luz nas Plantas

13:46 Escola Flor da Vida 1 Comments


Experimento

O efeito das Pirâmides de Luz nas Plantas

Esta experiência foi realizada na Bolívia, em uma plantação de Aloe Vera, que serve de insumo para a elaboração de produtos naturais.


Esta plantação está a aproximadamente 2.800 metros sobre o nível do mar em um vale próximo aos picos nevados perto da cidade.

O objetivo desta experiência foi observar os diversos efeitos que uma Pirâmide de Luz teriam no crescimento das plantas.

Em especial, queria-se comprovar se o campo eletromagnético gerado pela Pirâmide de Luz serviria de proteção contra “a geada”, um fenômeno que ocorre algumas noites na época mais fria do ano e que queima as plantações devido a uma brusca queda de temperatura.

Estas Pirâmides de Luz foram instaladas nos primeiros dias de junho de 2005 e as fotos correspondem a dois meses depois, período em que o vale sofreu duas ou três geadas, que queimaram grande parte das plantas dos agricultores da zona, afetando a produção e suas rendas.

No entanto, as áreas dentro das Pirâmides de Luz não foram afetadas e continuaram seu crescimento. Observou-se inclusive uma estimulação da vitalidade das plantas de aloe.

Para criar as Pirâmides de Luz, primeiramente foram preparadas quinas de cimento reforçadas internamente com arame. Este fator garantiria que tivessem uma durabilidade e resistência às duas condições climatologias. Primeiramente, criou-se uma forma de quina feita de cimento e depois acrescentou-se o triângulo de vidro, preenchendo o espaço com uma mistura de cimento e gesso. Isto garantiu que o triângulo fosse verdadeiramente plano e que estivesse perfeitamente encaixado na quina.


As dimensões reduzidas destas quinas garantiram que fossem suficientemente leves para serem transportadas ao ponto de fixação final nos quatro cantos das plantações retangulares.

    

Com cada quina apontando em direção ao centro da pirâmide projetada, sentia-se no corpo o efeito da criação das linhas de força.

    


Estes moldes de cimento foram instalados em cada um dos quatro cantos dos terrenos retangulares escolhidos, com os triângulos virados em direção ao centro da Pirâmide invisível que se queria formar. As linhas amarelas nas fotos representam as linhas invisíveis de energia que projetam a forma piramidal.

    

Premeditadamente, algumas áreas foram deixadas de fora das pirámides de luz, com o objetivo de comparar os resultados entre as plantas que estivessem sob a proteção da pirâmide gerada.

Nas fotos seguintes, observa-se um pequeno terreno quadrado que ficou fora da pirâmide que cobre essa plantação. Na foto, pode-se observar uma cor diferente nas plantas do fundo.

    

A geada queimou as pontas destas plantas, apesar de que por seu tamanho pequeno estavam agrupadas e mais próximas entre si que as plantas na foto anterior, estão dentro da pirâmide e mais separadas umas das outras. A foto seguinte é um vista de perto desse grupo de plantas.



Claramente podemos comparar as pontas das plantas que ficaram fora da pirâmide de luz e que tiveram queimaduras nas pontas, assinaladas com a flecha azul, e as outras plantas que estão saudáveis e verdes, como se nenhuma geada tivesse caído essa temporada.

    

Esta experiência foi feita também em outras áreas de terreno que também foram protegidas. Isso mostra que não foi um evento isolado, mas que se notou em cada planta de aloe que ficou fora da área exata demarcada pelas quinas.

Nesta seqüência de fotos a seguir, quase não se vê a quina que está ressaltada de cor rosa da qual saem linhas amarelas que foram inseridas para poder visualizar o sentido que teria a pirâmide invisível.

    

Nesta área, o resultado positivo contra a geada foi comprovado mais uma vez. Podemos observar duas fileiras de plantas em que uma está dentro da pirâmide a  outra não. A fileira da esquerda, assinalada dentro do círculo azul, está fora da pirâmide e as pontas foram queimadas. A fileira da direita está parcialmente dentro da pirâmide, mas as pontas não estão queimadas e ainda menos o resto da plantação.
 


Esta planta que mostra a ponta extremamente queimada estava nessa área demarcada pelo círculo azul na imagem anterior. O testemunho dos agricultores que cuidam desse terreno é que todos os anos, grande parte das pontas se queimava a partir de determinado ponto assinalado pelo dedo na imagem abaixo.

 

A foto a seguir mostra outra planta localizada em outro ponto que não teve a proteção desta técnica de luz, onde o efeito da geada é evidente. Devemos notar que ao tratar-se de um cultivo industrial, estas perdas no crescimento da planta prejudicavam economicamente a margem de renda obtida com esta plantação.


Alguns esforços tinham sido feitos já para adaptar essas plantas de aloe à altitude, mas as estufas tradicionais são muito caras e só são utilizadas para proteger as mudas antes de serem plantadas definitivamente.

Na foto, pode-se ver o teto da estufa estragado pelos fortes ventos e pelo desgaste dos raios solares.


A conclusão deste experimento é que eventualmente a Pirâmide de Luz ajuda a minimizar os efeitos da geada na zona. É preciso ainda realizar estudos comparativos para ver em que medida este campo não só protege da geada, mas que poderia ser um filtro UV para combater os raios ultravioletas do mesmo modo como a ionosfera protege a terra de emanações solares. Outro estudo necessário é avaliar o impacto das Pirâmides de Luz na própria vida das plantas e se elas podem crescer mais rápido e mais fortes devido à interação de seu campo energético com o da pirâmide de luz.

Esta técnica nos demonstra como é possível obter incríveis resultados com moldes muito simples, graças à ciência da forma que canaliza a energia universal.

    

Uma observação importante é que há partes dessa plantação que são aproveitadas para plantar outros cultivos de rápido consumo. As alfaces na foto também não foram afetadas pela geada. Este fato cria mais perguntas que deverão ser estudadas em grande escala pelos agrônomos.


Perguntemo-nos: Qual seria o efeito destes campos de energia gerados pelas pirâmides de luz em nossos corpos e em nossa saúde? E de que maneira estas técnicas podem nos ajudar a elevar a qualidade da energia dentro de nossas construções quadradas? Basta eleger umas quinas estratégicas e instalar os triângulos eqüiláteros para obter todos estes benefícios.

Visualizemos milhões de pessoas que podem se beneficiar esta Técnica, aparentemente simples, mas de grandes resultados.

Um comentário: