Estatística das Medicinas tradicionais e Medicinas Alternativas e Complementares

04:09 Escola Flor da Vida 1 Comments

De acordo com a OMS o uso das medicinas alternativas e complementares manteve a sua popularidade nos países em desenvolvimento e está  rapidamente a aumentar em países industrializados. 
  • Na China, 30 a 50% da população recorre à medicina tradicional.
  • No GanaMaliNigéria Zâmbia a primeira linha de tratamento para 60% das crianças com febre altas resultantes da infecção por malária são plantas medicinais.
  • Em São Francisco, Londres e África do Sul, 75% das pessoas com HIV/SIDA usam medicinas alternativas e complementares.
  • Na Europa, E.U.A. e outras regiões industrializadas, mais de 50% da população recorreu medicinas alternativas e complementares pelo menos uma vez.
  • No Canadá, 70% da população recorreu medicinas alternativas e complementares pelo menos uma vez.
  • Na Alemanha, 90% da população usou um medicamento natural pelo menos uma vez na vida.
  • Segundo a FENAMAN, mais de 2 milhões de pessoas recorrem regularmente em Portugal às Medicinas Alternativas e Complementares.
  • Nos E.U.A., 158 milhões de pessoas recorrem às medicinas alternativas e complementares e estima-se que se gaste 17 milhões de dólares por ano em remédios naturais.
  • No Reino Unido, a despesa anual com medicinas alternativas ronda os 230 milhões de dólares.
  • O mercado global de plantas medicinais ronda os 60 mil milhões de dólares americanos por ano e continua em constante crescimento.


   Mais de um terço da população de países em desenvolvimento não têm acesso à medicina básica. O fornecimento de medicinas alternativas e complementares seguras e efectivas poderiam ser uma ferramenta importantíssima para aumentar os cuidados de saúde.


 Países Africanos, Asiáticos e da América Latina usam a medicina tradicional para ajudar a atingir alguns dos cuidados básicos de saúde. Em África, até 80% da população usa medicina tradicional em cuidados de saúde primários. Nos países desenvolvidos a medicina tradicional é designada de medicinas alternativas e complementares.

Na imagem à direita, estão marcados a verde os países africanos com institutos de investigação em medicina tradicional
 

Legenda - Países onde o uso de plantas medicinais está regulamentado.




 Legenda - Países onde a prática de quiropraxia/osteopatia está regulamentada.

 

Legenda - Países onde a acupunctura é praticada por médicos ou por médicos e acupuntores.

Um comentário:

  1. A quiropraxia e a osteopatia são regulamentadas no Brasil, inclusive são consideradas especializações da fisioterapia, tal qual a acupuntura, que nao se restringe ao fisioterapeuta mas sim todo profissional da saúde que realiza uma especialização de no minímo 1200horas.

    ResponderExcluir