Somos muito gratos, Deusa Tara (Iniciação de Reiki 13/06/2011)

02:06 Escola Flor da Vida 0 Comments


Dia 13 de junho de 2011, estávamos realizando um curso de Reiki nível 2 pelo Projeto Reiki - Energia Vital Universal por via conference, ao vivo, à distância. Haviam 42 pessoas na sala, energia de seriedade, estilo oriental. Coloquei uma música xamânica para realizarmos a iniciação. Entretanto havia algo errado, de repente o som ficou mudo, a conexão lenta para todos. Em seguida intui junto com uma aluna de colocar músicas tibetanas. Um monge tibetano se fez presente. Fomos guiados todos por uma paisagem tibetana. Um templo com uma longa escadaria se fez presente. Subimos a escadaria. Haviam muitos monges cantando mantras, muitos incensos, seriedade, e um ar de muita alegria com amor.
No templo dourado de muita luz todos adentraram. No meio daquele templo começaram a brotar dos céus flores de lótus. O perfume exalou por todos cantos, preenchendo a todos ali em seu ser. Uma luz dourada muito intensa. Em seguida uma energia muita intensa vinha da terra entrando pelos pés e outra vinha dos céus. Energia muito amorosa, chakra cardíaco exalava um verde muito intenso! Muito Amor! Amor! Amor! Intenso amor! Muitas bençaos, curas, amenizar a dor do próximo!  OM TARE TUTARE TURE SOHA suou para todos. 



No final da iniciação muita alegria, contagiando a todos. Muitos perguntando se existia de fato um templo dourado, ou quem era aquela linda Deusa em forma de mulher, a Deusa Tara. Uma energia verde intenso fluia a todo instante.Todos ali presente receberam um presente de Deusa Tara, toda vez que abrirem os canais e entoaram seu mantra OM TARE TUTARE TURE SOHA a grande Deusa estará presente, amenizando as dores. Muito Obrigado por esta iniciação monges e Deusa Tara!


A deusa Tara é conhecida na China como Kuan Yin e no Japão como Kwannon.
Diz a lenda que das lágrimas de compaixão do Bodhisattva Avalokiteshvara formou-se um lago ; desse lago saiu uma linda flor de lótus onde aparecia sentada a bela Tara.
Avalokiteshvara ou o Senhor que olha para baixo é o filho de Amithaba e Pandara. É um Bodhisattva que jurou não entrar no Nirvana até que todos os seres vivos de todos os reinos(humano, deuses, animais, seres infernais)sejam redimidos. É considerado protetor das caravanas, naufrágios e das mulheres que querem ter filhos como os desejam. Aparece representado na mão esquerda com uma flor de lótus e na mão direita com um rosário.
A deusa Tara assume várias cores: branca, verde, azul, amarela, negra e vermelha..
A Tara branca aparece sentada em posição de lótus(Padmasana), e para além dos dois olhos tem ainda mais , um na testa, dois nas palmas das mãos e dois solas dos pés.
A Tara verde tal como a branca fazem o gesto de misericórdia(Varada-mudra) com a mão direita e com a mão esquerda, fazem o gesto de discussão(Vitarka-mudra).
Podemos "ouver"(esta expressão não existe, é uma forma de ouvir+ver) as cores de Tara em quatro dos mantras(frases sagradas que são recitadas) das dezesseis oferendas secretas:
1. a deusa azul, que toca o alaúde... OM AH VAJRA-VINE HUM
2. a deusa amarela, que toca a flauta, OM AH VAJRA-VAM SHE HUM
3. a deusa vermelha que toca o tambor OM AH VAJRA-MURAGE HUM
4. a deusa verde que toca o tambor, OM AH VAJRA-MRIDAMGE HUM
Mãe dos Vitoriosos, Tara simboliza a contrapartida feminina de Buda. É também considerada a Mãe de Buda. Ela protege dos perigos e concede longa vida. Diz-se que era uma princesa que estudava o Dharma, e que foi considerada tão elevada que os lamas que a ensinavam lhe desejaram o melhor karma possível, que seria renascer futuramente como homem, para atingir a completa iluminação. Ela disse então que buscaria a iluminação para sempre renascer como mulher, para ajudar os seres. E assim foi, desde então. Existem 21 Taras, de cores e significados específicos, mas as mais conhecidas e veneradas são a Tara Branca, a Tara Verde e a Tara Vermelha. Canta-se a ela dizendo OM TARE TAM SOHA.
Seu mantra é: OM TARE TUTARE TURE SOHA.
OM - São as qualidades do corpo, palavra e mente dos Buddhas. É a meta.
TARE - Significa “aquela que liberta”.
TUTTARE – “Que elimina todos os medos”. Os oitos medos causados pelas oito ilusões: l. Apego (enchente). 2. Ira (fogo). 3. Ignorância (elefante). 4. Inveja (serpente). 5. Orgulho (leão). 6. Avareza (correntes da prisão). 7. Visões erradas (ladrões). 8. Dúvida (fantasmas).
TURE – “Que concede todo sucesso”.
SOHA – “Que as bênçãos de Tara contidas no mantra se concretizem”.

0 comentários: